Os 10 procedimentos estéticos mais procurados pelas mulheres antes do verão

Tempo de leitura: 5 minutos

Não é de hoje que mulheres e homens buscam a fonte da juventude. Desde as civilizações antigas até as atuais, passando pelos contos de fadas de princesas invejadas por suas madrastas más, as pessoas buscam a realização pessoal por meio do corpo ideal. Por isso, os  procedimentos estéticos  fazem tanto sucesso. 

Mas como se preparar para o verão e curtir a praia sem medo de exibir o corpo? Além de uma alimentação equilibrada, com vitaminas e minerais, a prática regular de exercícios físicos e boas noites de sono, existem outros meios para conquistar a beleza corporal, facial e capilar. 

Por que é melhor fazer tratamento estético antes do verão?

Os procedimentos estéticos são feitos nessa época porque os tratamentos exigem uma manipulação da pele, que fica mais sensível aos raios solares. 

Sendo assim, procedimentos faciais não são indicados para o verão. Afinal de contas, é preciso aplicar protetor solar com frequência para evitar manchas

A cicatrização proveniente de procedimentos invasivos também exige menos exposição ao sol. Portanto, no inverno e primavera, na maioria das regiões brasileiras, é possível usar roupas que cobrem mais o corpo devido às temperaturas mais baixas. 

Assim, a exposição ao sol é reduzida, e a recuperação torna-se mais rápida. Portanto, os procedimentos estéticos não são proibidos no verão. Mas exigem mais cuidados por parte do paciente. 

Quais os procedimentos estéticos mais indicados para o corpo? 

Estamos em um país tropical, e a primavera já tem temperaturas bem elevadas. Por isso, os tratamentos corporais são os mais indicados, visto que os faciais já exigem mais cuidados com a pele em razão da incidência dos raios solares. 

Segundo a fisioterapeuta especialista em estética e sócia-proprietária da Clínica Sempre Mais, Michelle Bastos, os procedimentos corporais mais indicados nesse período são os listados abaixo. Confira: 

Lipo Enzimática

É a aplicação de enzimas. Ela ajuda a eliminar a gordura localizada e promover o emagrecimento a partir de poucas sessões. Mas é importante fazer uma análise individual de peso, altura, idade, entre outros fatores. 

Glúteo Max

Ter um bumbum arrebitado é o sonho de muitas mulheres. Por isso, o Glúteo Max é indicado para essa época porque dá volume, hidrata, enrijece, levanta e modela o bumbum. 

Striort

Aquelas manchinhas brancas na pele incomodam muitas mulheres. Mas para reduzi-las, o procedimento mais indicado é o Striort. Ele consegue melhorar em até 80% a aparência das estrias já a partir da primeira sessão. 

Carboxiterapia

Ele consiste na aplicação de gás carbônico medicinal sob a pele para reduzir celulites, dilatando os vasos sanguíneos e possibilitando a melhor irrigação do sangue nos tecidos, deixando assim as pernas e glúteos lisinhos. 

Corrente Russa

Reduzir a flacidez e aumentar o tônus corporal é o desejo de mulheres e homens para a chegada do verão. Por isso, a estética oferece o procedimento chamado Corrente Russa, que proporciona a contração muscular por meio de cintas presas ao corpo. 

Kavix Avatar

É um método não invasivo e totalmente indolor. Ele realiza a lipólise, reduzindo a gordura localizada e promovendo o emagrecimento, deixando o corpo mais modelado. 

Depilação a laser

Poder usar aquele vestidinho fresco no verão, com as pernas lisinhas, é o desejo de mulheres que procuram a depilação a laser com a técnica de Lightsheer, que é mais segura e eficaz. 

Ozônio Estrias

A ozonioterapia estética assegura diversos benefícios com uma combinação de gás oxigênio (O2) e ozônio (O3) que reduz estrias, celulite, flacidez e marcas de expressão no rosto. 

Jato de Plasma

É um tratamento polivalente, que pode ser usado como procedimento estético corporal e facial. Ele reduz desde estrias no bumbum até a papada do pescoço. A técnica busca o rejuvenescimento e, algumas vezes, é necessária apenas uma sessão. 

Lipo Drenagem

O procedimento estético usa um equipamento de alta potência e massagem modeladora, promovendo o contorno do corpo e a diminuição de líquidos. Os resultados são visíveis a partir da primeira sessão. 

Quais os tratamentos mais procurados para rosto e cabelos? 

Mas, além do corpo, alguns procedimentos também são indicados para rosto e cabelos, pois se busca a beleza e o bem-estar geral. Nesse sentido, alguns serviços são os mais desejados por homens e mulheres que desejam estar com tudo em dia. 

  • Peeling 4D: trata-se de um método desenvolvido pela Sempre Mais, indicado para resolver problemas como pele cansada, rugas profundas, marcas de acnes e olheiras. 
  • Dermaroller: para acabar com a flacidez do rosto e estimular uma nova produção de colágeno, adotam-se sessões de Dermaroller, que consiste no uso de um equipamento com microagulhas que fazem pequenos furinhos na pele. 
  • Luz Intensa Pulsada: a técnica ajuda a eliminar manchas na pele e a combater o envelhecimento precoce. Um destaque é a redução de olheiras que deixam o rosto com aspecto cansado. 

Além desses procedimentos, existe o tratamento capilar que é procurado por homens e mulheres com problemas de calvície. Na Sempre Mais, por exemplo, é realizada uma investigação preliminar. 

Um aparelho que aumenta 420 vezes a região do couro cabeludo permite uma avaliação mais precisa. Assim, pode-se aplicar técnicas, como: 

  • Alta Frequência; 
  • Vibração Mecânica;
  • LED Terapia;
  • Mesoterapia;
  • Carboxiterapia. 

Além disso, é recomendado prosseguir o tratamento com o uso de vitaminas para restaurar e fortalecer os fios. (foto: Divulgação/Sempre Mais)

E por falar em vitaminas, é importante manter uma alimentação adequada, com o consumo dos alimentos certos para progredir no tratamento e assegurar mais saúde e bem-estar. 

Por isso, entra em cena o tratamento nutricional. Desse modo, além de fazer os procedimentos estéticos mais recomendados para a chegada do verão, é fundamental cuidar da alimentação, mas de forma personalizada, indicando as suas necessidades, conforme o peso, a altura, a idade e o ritmo de vida. 

Indicações para reposição de colágeno em pacientes

Fonte: O Estado de Minas

Compartilhe